Pular para o conteúdo principal

Noticias & Acontecimentos

Bispa Sonia Hernandes rejeita apelido de “perua de Deus” e justifica vaidade: “Se eu colocar a mesma roupa todo dia, sei lá o que vão falar”
A bispa Sonia Hernandes concedeu uma entrevista falando sobre questões ligadas à sua atuação ao lado do marido, apóstolo Estevam Hernandes, à frente da Igreja Renascer.
Sonia, 54 anos, que lidera o grupo Renascer Praise, falou que o fato de ser evangélica é motivo de preconceito, embora atualmente um pouco menos que os “anos da inquisição no Brasil, quando a gente saía na rua e quase era apedrejado”. A bispa disse ainda ter o hábito de acompanhar as lutas de MMA promovidas pelo UFC, e listou os lutadores preferidos: “Vitor Belfort [...] Minotauro, Pezão, Anderson Silva… Tudo de bom!”, afirmou, na entrevista concedida à Folha de S. Paulo.
Sobre a Renascer, com 810 igrejas espalhadas pelo país e promotora da Marcha para Jesus em São Paulo, Sonia Hernandes espera que continue crescendo: “A cidade precisa ser mais evangelizada”, diz ela.
Vaidosa, a bispa diz que não repete roupas devido a seu programa de TV e revela que considera “machismo” o apelido de “perua de Deus”. Sonia é patrocinada por estilistas de grifes famosas, como Fause Haten, o casal Glória Coelho e Reinaldo Lourenço, e a joalheria H. Stern.
“Se eu colocar a mesma roupa todo dia, sei lá o que vão falar. As piores coisas que você pode imaginar”, justifica-se, antes de ressaltar que o preconceito é menor contra os homens: “Eles não têm cabelo pixaim. Se usarem a mesma roupa, ninguém vai falar que o programa é repetido. No Brasil, as mulheres são muito cobradas pela aparência”.
De ascendência libanesa – a bispa tem o sobrenome Haddad, assim como o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), que também é descendente de libaneses – Sonia afirma ainda que o gosto por bijuterias, joias e maquiagem vem de berço: “Minha avó não dormia sem batom. Minha mãe nunca dormiu sem passar creme no rosto. O que muita gente chama de vaidade é meio cultural. Lápis no olho aprendi a passar… Tinha o que, nove anos de idade?”, afirma.
O gosto pelos cosméticos a motivou a lançar uma linha de produtos chamada Divinessence – Kit De Bem com a Vida, que inclui um perfume que “exala o bom cheiro de Cristo”, e é vendido em parcelas pela internet.
Falando sobre sociedade e política, Sonia Hernandes foi instigada pela repórter XX a comentar a recente aprovação do projeto apelidado de “cura gay” pela Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM): “A igreja é aberta. Jesus veio para os doentes. Quero nem falar que é doença. Se falar doença comportamental, então mulher que toma bola pra emagrecer também é. Minha missão é pregar o evangelho, não é julgar”, esquivou-se.




Silvio Santos diz que não aluga horários no SBT para igrejas evangélicas por questão religiosa: “Judeu não deve alugar a televisão para os outros”
Senor Abravanel, nome de batismo do apresentador Silvio Santos, não é a única coisa que o grande público não conhece a respeito do empresário. Silvio é descendente de judeus, e segue a religião de seus ancestrais, mesmo sendo casado com uma evangélica, a autora de novelas Irís Abravanel.
Numa de suas raras entrevistas, Silvio Santos falou que não aluga horários no SBT para igrejas evangélicas por uma questão de princípios religiosos.
“Judeu não deve alugar a televisão para os outros. Você não sabe que os judeus perderam tudo quando deixaram outras religiões entrarem em Israel? A história é essa: no dia em que os judeus começaram a deixar que outros deuses fossem homenageados em Israel, os babilônios foram lá e tiraram o templo e jogaram os judeus para fora. O judeu não pode deixar que na casa dele tenha outra religião. É por isso que não deixo nenhuma religião entrar no SBT”, afirmou à Folha de S. Paulo.
Silvio Santos comentou ainda sobre a disputa pelo segundo lugar de audiência com a TV Record, que atualmente atravessa crise financeira: “Estamos lutando. O lugar [no ranking] é importante, mas a administração [correta da empresa] é melhor. A Record está perdendo um dinheirão. Por quê? Porque está administrando mal. Está jogando dinheiro fora [risos]“, disse o apresentador.
Segundo Silvio Santos, existem propostas para fazer um filme sobre sua história de vida, mas ele não aceita: “Por que eu não dou entrevista, não concordo com livro sobre mim, com filme? Se nenhum advogado, nenhum médico ou professor é cercado de todas essas regalias, eu também não devo ser”.






Igrejas usam jogos da Copa das Confederações para promover evangelismo em cidades-sede: “Nossa missão é lançar a semente”
As igrejas evangélicas situadas em cidades-sede da Copa das Confederações tem aproveitado a realização das partidas para evangelizar turistas estrangeiros e também os compatriotas que comparecem aos locais dos eventos.
No último sábado, 22 de junho, fiéis da Igreja do Evangelho Quadrangular driblaram os protestos contra a corrupção e outras mazelas, e vestidos com camisetas amarelas que continham a frase “Jesus transforma”, distribuíram brindes e panfletos evangelísticos aos torcedores que foram acompanhar a partida entre Brasil e Itália na Arena Fonte Nova, em Salvador.
Segundo informações do portal Uol, não houve restrições por parte da Polícia contra o trabalho dos evangelistas: “São várias igrejas evangélicas, que se reuniram no início do ano, tiveram várias reuniões. São aproximadamente 800 pessoas. Nós conversamos com as autoridades e disseram que a gente podia fazer nossa movimentação aqui”, disse o pastor Uires César.
Em Minas Gerais, o estádio do Mineirão recebeu o jogo entre México e Japão, e uma ação similar da Igreja Batista da Lagoinha (IBL).
Chamada de “Impacto Evangelístico”, a mobilização contou com membros da IBL que distribuíram folhetos com conteúdo baseado no livro 4 Leis Espirituais, do Dr. Bill Bright. Os textos foram traduzidos para o idioma japonês, a fim de proporcionar maior compreensão aos torcedores japoneses. Além desses panfletos, materiais fornecidos pelas igrejas Luterana e Evangélica Holiness do Brasil também foram distribuídos.
“Nossa missão é lançar a semente, porque o Espírito Santo se encarrega de completar a obra”, disse Antônio Vagner, responsável pela organização do “Impacto Evangelístico”.
O próximo jogo da Seleção Brasileira acontecerá na quarta-feira, 26 de junho, em Belo Horizonte. A partida contra o Uruguai, pelas semifinais do torneio, deverá ser palco de outra ação evangelística






O pastor iraniano Yousef Nadarkhani teria sido preso novamente, segundo informações de diversos sites internacionais, como Fox News e Christian Solidarity WorldWide(CSW).
Nadarkhani ficou mundialmente conhecido após ser preso sob acusação de apostasia. O processo contra o pastor previa a possibilidade de condenação à morte.
O pastor iraniano, após intervenção de diversos órgãos internacionais, além de lideranças políticas, foi absolvido da acusação de apostasia do islamismo, e acabou condenado a três anos de prisão por evangelizar muçulmanos. Como já estava preso a aproximadamente três anos, acabou sendo liberado em setembro, após pagamento de fiança.
Agora, Nadarkhani voltou a ser preso, sob ordem do diretor da cadeia onde cumpriu a pena. O argumento do responsável pelo presídio de Lakan é que o pastor foi solto alguns dias antes do prazo correto, devido à pressão exercida por seu advogado, Mohammed Ali Dadkhah.
A nova prisão aconteceu ontem, 25/12, no dia de Natal, e seria supostamente apenas para completar o período restante da pena, além de resolver trâmites burocráticos.
Após sua soltura, Nadarkhni participou de uma conferência da CSW, em Londres, onde testemunhou sobre seu tempo na prisão e agradeceu pelas orações em seu favor.
Um dos diretores da CSW, Mervyn Thomas, lamentou que o pastor tenha sido preso novamente: “Estamos decepcionados ao ouvir que o pastor Nadarkhani foi devolvido à prisão de uma maneira tão irregular. O momento é insensível e especialmente triste para sua esposa e filhos, que devem ter estado ansiosos para celebrar o Natal com ele, pela primeira vez em três anos. Esperamos que pastor Nadarkhani seja liberado sem demora, uma vez esta fase alegada foi totalmente cumprida. Nós também estamos pedindo orações para a segurança do pastor, e para sua família neste momento difícil”.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+









 



Nenhuma prisão foi feita desde que 600 muçulmanos atiraram sacos cheios de urina e água suja, em cerca de 100 membros de uma igreja e ameaçaram matar seu pastor, na semana passada.


“A Polícia somente assistia a tudo, sem nada fazer, enquanto a multidão atacava a Igreja Protestante Batak Filadélfia, em Bekasi, próximo a Jacarta, na província de Java Ocidental, na quinta-feira (17 de maio)”, disse ao Compass, Saor Siagian, advogado da igreja.
A multidão, na qual estava presente o presidente do grupo extremista islâmico, Frente dos Defensores Islâmicos (FPI), começou a jogar urina, água suja, ovos podres, pedras e dejetos em todos os cristãos, no momento em que o  Pastor Palti Panjaitan, começou a falar para sua congregação. A igreja teve que se dispersar, disse Siagian.
Pastor Panjaitan disse à imprensa local, que havia recebido uma ameaça de morte e registrou queixa na polícia.
As autoridades pediram à igreja, que se reunisse para adorar em um local, cerca de seis quilômetros de onde a igreja está hoje, disse Siagian.
A igreja solicitou uma autorização, conforme estipulado pela lei, para construir seu local de culto, há cinco anos. O governo local negou o pedido em dezembro de 2009. Mas o Supremo Tribunal anulou a decisão do governo em julho do ano passado, dizendo que a igreja merecia receber a autorização, mas que devido à pressão de grupos islamicos, deva se reunir em outro lugar.
Assim como a Igreja Protestante Batak , à Igreja Indonésia Gereja Kristen (GKI- Igreja Yasmin), também foi negada a permissão para realizar cultos em sua propriedade, apesar de uma decisão favorável da Suprema Corte.

A Igreja Protestante da União Europeia (conhecida localmente como IGP) está pressionando o governo para que tome medidas legais.
"O problema é que a polícia e o governo não são rigorosos", disse ao jornal The Jakarta Globe, Sumampow Jeirry, da IGP. E continuou: "Nós não temos certeza de nada, agora. Nós não sabemos quem irá nos apoiar. Nós não podemos fazer nada sem garantia [de liberdade religiosa] ... que reconhece as atividades religiosas como expressão religiosa e que, portanto, deve ser protegida".
A organização muçulmana mais influente da Indonésia, Muhammadiyah, também criticou o governo.
"Por lei, o governo tem o dever de oferecer segurança e proteção a qualquer cidadão, independente da religião, que se sinta privado de suas práticas religiosas, ou se sinta ameaçado de exercê-las, e isso inclui a construção de lugares de culto", disse Abdul Mufti , secretário do grupo.
Nusron Wahid, presidente da GP Ansor, ala jovem do maior organização muçulmana do país, Nahdlatul Ulama, se ofereceu para negociar entre a igreja e seus opositores.
Neneng Hasanah Yasin, o novo chefe do distrito de Bekasi, no entanto, parece estar seguindo a política do ex-chefe, de proibir a Igreja de construir seu local de culto, a fim de "evitar" tensões inter-religiosas. A Comissão Asiática de Direitos Humanos exortou o novo chefe, que assumiu o cargo em 14 de maio, para que "tome medidas que estejam de acordo com a lei e com os princípios dos direitos humanos".
De acordo com a Operação Mundo, a Indonésia tem cerca de 186,7 milhões de pessoas, das quais 80,3% são muçulmanas. É considerado o maior país muçulmano do mundo, de maioria sunita. Existem, na Indonésia, cerca de 36 milhões de cristãos, que compõem cerca de 15,9% da população.
A Constituição do país é baseada na doutrina de Pancasila - cinco princípios inseparáveis e inter-relacionados - a crença da nação no único Deus, humanidade justa e civilizada, unidade nacional, democracia guiada pela sabedoria interior de seus representantes, e justiça social para todos.
No entanto os extremistas islâmicos, vêm crescendo em número e influência política no país. No ano passado, o IGP registrou 54 atos de violência e outras violações contra os cristãos. Outras minorias religiosas também são perseguidas.
Fonte: Missão Portas Abertas

Postagens mais visitadas deste blog

Documentario Irma 01- Casa de Recuperação Missão Cristo Volta

Existem coisas que não são necessarias as palavras, em mais um gesto de humanidade, um homem com um chamado maravilhoso, o coloca em pratica nas ruas de Osasco, para tentar resgatar pessoas que tiveram seus sonhos, familias e dignidade roubada pelas drogas e a ação do inimigo..



Este video mostra o trabalho realizado pela igreja Missão Cristo Volta de Osasco aonde existe o Instituto Irma, que cuida da recuperação de drogados e viciados no Alcool, um trabalho feito sem a ajuda de Municipios ou Governos que preferem ocultar trabalhos desta magnitude tiveram que reconhecer a seriedade do compromisso com as vidas ali internadas, mas nós como cristãos e seres humanos não podemos fechar nossos olhos para este trabalho.





A clinica não cobra nada na recuperação dos internos e nem mesmo alimentos ou vestuario, tudo literalmente tudo que a na clinica é fruto de doação que os menbros e não menbros de nossa e outras igrejas  ajudam fazendo doações e arrecadações para a mesma, hoje são 25 internos e…

Domingo Espetacular chama Valdemiro Santiago de ladrão e mentiroso

Domingo Espetacular chama Valdemiro Santiago de ladrão e mentiroso
Sinceramente me perdi faz algum tempo. Não sei em que Round esta a briga do Edir Sujo Mascedo X Valdemiro Mal Lavado Santiago. O que sei, e como sempre, é que quem sai perdendo é o Santo Evangelho de Cristo e sua Santa Igreja, Algo que fica muito claro que nunca foi a preocupação e muito menos a motivação de nenhum dos dois. As vezes me envergonho de ser chamado de Pastor, de ser comparado com esses crápulas e manipuladores da fé.
Pr Anselmo Melo

Veja a matéria do domingo espetacular na íntegra e comprove o mar de lama em que essas duas "igrejas" estão metidas.
Neste domingo, durante mais de 30 minutos foi apresentada uma reportagem investigativa no programa Domingo Espetacular, exibido pela Rede Record. O teor usado pela emissora foi de denunciar as irregularidades no que diz respeito ao uso das finanças daIgreja Mundial do Poder de Deus, na pessoa do seu presidente, o apóstolo Valdomiro Santiago. Desde a chamad…

OFICINA G3 - HISTORIAS E BICICLETAS - 2013

OFICINA G3 - HISTORIAS E BICICLETAS - 2013
A produção do álbum foi feita pelo próprio Oficina G3 no Rak Studios em Londres. Esse estúdio já recebeu artistas como Paul McCartney, Radiohead, Muse, The Smiths, Simply Red e Adele. “O Oficina G3 produziu todo o CD. Esta é a grande novidade. Por isso está tão especial. Não melhor que os outros álbuns já lançados, mas diferente”, revelou Jean Carllos. “Desejamos que todos também aproveitem este novo trabalho. Curtam, ouçam, opinem. Pois são histórias que vivemos e ainda queremos viver. São relacionamentos com Deus de uma maneira única e inesquecível”, frisou Juninho Afram.
O CD vem com 10 faixas incluindo a regravação do sucesso Aos pés da cruz, conhecido na voz de Kleber Lucas. Histórias e bicicletas (reflexões, encontros e esperança) é o sexto disco da Oficina G3 pela MK Music e o décimo primeiro da carreira da banda.


Artist: Oficina G3 Album: Historias e Bicicletas Release Date: April 30, 2013 Genres: Rock Format | Bitrate: MP3/320 Kbps  …